Sentro Serviços de Tradução & Localização

História da Tradução

A necessidade de tradução surgiu com o desenvolvimento de diferentes línguas na história da humanidade. Se pensarmos em como a invenção da escrita remonta a 5000 anos atrás, podemos entender como é antiga a história da tradução.

Embora a história da interpretação verbal chegue a épocas anteriores, as primeiras amostras de tradução escrita foram encontradas em tábuas na história da Suméria. A necessidade de tradução de acordos oficiais entre as comunidades que falavam línguas diferentes criou a necessidade de tradução.

Além disso, a tradução também se tornou obrigatória para os textos teológicos. Por exemplo, o Antigo Testamento que se pensa ter sido concluído por 72 tradutores em 72 dias, foi traduzido do hebraico para o grego antigo. Esta versão grega do Antigo Testamento, descoberta em 247 AC, foi chamada "Septuaginta" que significa 70 em latim.

Bagdad costumava ser um centro importante de tradução nos séculos IX e X, quando as actividades de tradução na Idade Média eram limitadas à igreja e à Bíblia. Textos em grego antigo foram traduzidos para árabe tornando-se grandes contribuições para estudos científicos.

As actividades de tradução ganharam ritmo com a invenção da imprensa. A tradução de textos latinos para diferentes línguas, principalmente a alemã, acelerou o movimento da Reforma.

A tradução registou uma evolução ainda mais rápida no século XIX com o Romantismo, e foram esclarecidas questões sobre a definição da tradução e sobre o seu objectivo. Enquanto o mundo atravessou a Revolução Industrial e com o aumento nas relações internacionais, as traduções técnicas cresceram em número no século XX. A CIÊNCIA DA TRADUÇÃO (um campo da ciência que investiga o processo de tradução e as propriedades dos produtos de tradução), também começou a tomar forma no mesmo período.

Quais são as características de uma Boa Tradução?

A tradução é o processo de reexpressão, numa forma escrita ou verbal, do conteúdo da mensagem da língua de origem na língua de destino da maneira mais precisa e completa possível.

As três características mais importantes de uma boa tradução são:

1) PRECISÃO - A mensagem de origem deve ser interpretada de forma rigorosa e reexpressa de forma tão precisa quanto possível.

2) CLAREZA - Pode haver mais de uma maneira de expressar uma opinião. O tradutor deve escolher a forma mais clara e compreensível e expressar a mensagem de uma forma simples e fácil de entender por uma pessoa comum.

3) NATURALIDADE – A língua de origem deve ser usada tanto quanto possível na sua forma natural assegurando assim que a tradução é eficaz e aceitável. A tradução feita desta maneira não deverá ter problemas.

O que é a Revisão de Provas?

É o processo de revisão das frases traduzidas por um revisor competente que irá verificar se o significado na língua original foi expressa na tradução e editará a tradução sempre que necessário. Além disso, esta é a fase onde são feitos os toques finais para fornecer uma leitura facilitada do texto traduzido. É também chamada de “controlo”, “leitura de controlo” ou “edição de tradução”.

O que é a Localização?

Todas as traduções são importantes; no entanto alguns produtos requerem o uso de programas de localização, devido a requisitos como a coerência na terminologia, o texto a ser traduzido e os códigos que não devem ser traduzidos e que existem de uma forma mista no texto original, ou requisitos adicionais que a tradução deve cumprir como o uso de listas de terminologia de tópicos específicos/personalizados, estilos de fontes especiais, etc. A localização é vista principalmente em traduções técnicas e utilizada na tradução de programas de computador, ficheiros de ajuda para programas de computador, sites da internet, manuais de utilização, folhetos, apresentações, etc. Visto que as fases de “teste” são implementadas na localização, onde é efectuada a revisão pós-tradução e são testados pontos como a garantia da qualidade (QA) em termos de linguagem e se o produto traduzido (software, site, etc.) garante uma operação adequada, as grandes empresas empregam linguistas e engenheiros de controlo de qualidade e de localização para os aspectos técnicos de localização.

Como deve ser um bom tradutor?

Ele/a deve conseguir expressar as frases de uma forma clara, de modo a não causar qualquer ambiguidade na língua de origem.

Antes de iniciar a tradução, deve avaliar se tem competência no conteúdo tradução e aceitar a tarefa com base em tal avaliação. Não deve começar a traduzir se não tiver conhecimento suficiente do assunto.

Deve ter um conhecimento abrangente da terminologia tanto na língua de origem como na de destino e deve preparar, com antecedência, todos os recursos para obter as referências necessárias.

Deve preparar uma agenda eficiente e gerir bem o tempo.

Um tradutor não se deve restringir a compreender plenamente o texto de origem, mas também deve conseguir transformá-lo num texto de destino que possa ser compreendido por pessoas com diferentes antecedentes culturais e linguísticos. Apenas um tradutor profissional tem a especialização necessária para assumir uma actividade tão abrangente.